Congresso

Saída de Romero Jucá do governo pode ter sido combinada com Temer

O senador Romero Jucá (MDB-RR) deixou nesta segunda-feira (27) o cargo de Líder do Governo no Congresso Romero alegando divergências sobre o tratamento da questão dos venezuelanos em seu Estado. Fontes do Planalto garantem que foi tudo combinado com o presidente Michel Temer, a quem Jucá é muito ligado, com o objetivo de fazê-lo melhorar nas pesquisas: ele está em terceiro lugar no Ibope.

Jucá quer falar mal do governo, durante sua campanha, para tentar recuperar terreno sobretudo na polêmica envolvendo venezuelanos.

A governadora Suely Campos (PP), adversária de Jucá, também está mal: bem atrás nas pesquisas e com a maior rejeição.

Pesquisa registrada no TRE (nº RR-03241/2018) e TSE (BR‐01235/2018) indica liderança de Ângela Portela (PDT) em Roraima.

Senador desde 1995, Romero Jucá está em 3º lugar no Ibope, com 25%, atrás de Mecias de Jesus, do PRB, com 26%.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais popular

T O P O