Noticias Internacionais

Rússia expulsa 23 diplomatas, veta consulado e fecha Conselho Britânico

Ministério das Relações Exteriores russo divulgou neste sábado (17) as medidas em resposta às ações britânicas contra o governo de Vladimir Putin, acusado de envenenar o ex-espião Serguei Skripal e sua filha numa cidade inglesa no começo do mês.

Serão expulsos 23 diplomatas, o mesmo número que o Reino Unido havia decidido mandar embora de Londres, conforme a praxe nesse episódios. Eles também terão uma semana para deixar Moscou.

Além disso, foi cancelada a permissão para a abertura de um novo consulado britânico no país, o que iria ocorrer em São Petersburgo, segunda maior cidade do país depois de Moscou.Por fim, a Rússia mandou fechar o Conselho Britânico, entidade que desenvolve atividades culturais e educacionais promovendo valores do Reino Unido e a língua inglesa. Neste caso, a alegação foi de que a entidade funcionava sem registro correto na Rússia.

Para diferenciar-se do governo britânico, cuja primeira-ministra, Theresa May, divulgou suas medidas retaliatórias em sessão do Parlamento na quarta-feira passada, a Rússia primeiro informou o embaixador do Reino Unido em Moscou das medidas. “O lado britânico foi avisado de que, em caso de haver novas ações não amigáveis contra a Rússia, o lado russo se reserva o direito de promover outras medidas retaliatórias”, disse o ministério, em nota.

Além disso, foi cancelada a permissão para a abertura de um novo consulado britânico no país, o que iria ocorrer em São Petersburgo, segunda maior cidade do país depois de Moscou.Por fim, a Rússia mandou fechar o Conselho Britânico, entidade que desenvolve atividades culturais e educacionais promovendo valores do Reino Unido e a língua inglesa. Neste caso, a alegação foi de que a entidade funcionava sem registro correto na Rússia.

Para diferenciar-se do governo britânico, cuja primeira-ministra, Theresa May, divulgou suas medidas retaliatórias em sessão do Parlamento na quarta-feira passada, a Rússia primeiro informou o embaixador do Reino Unido em Moscou das medidas. “O lado britânico foi avisado de que, em caso de haver novas ações não amigáveis contra a Rússia, o lado russo se reserva o direito de promover outras medidas retaliatórias”, disse o ministério, em nota.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais popular

T O P O