Copa Sul-Americana

Rueda aponta falta de equilíbrio e diz que centroavante é prioridade para 2018

“Quem sabe a emoção nos traiu”. A afirmação foi feita por Reinaldo Ruada após a perda da Copa Sul-Americana na noite desta quarta-feira, no Maracanã. Visivelmente chateado com o vice-campeonato, o técnico disse que o Flamengo não soube valorizar o fato de abrir o placar e ter tranquilidade para vencer a difícil equipe do Independiente. O confronto acabou em 1 a 1.

– Eu acho que é um golpe duro, muito forte. Muita dor, por todo o sonho para nós, para a torcida. Eu acho que o outro jogo teve uma característica similar de não valorizar o placar. Quem sabe a emoção nos traiu. Tivemos um rival muito difícil.

Rueda ainda lamentou não ter a possibilidade de contar com todos os jogadores do elenco na decisão. Segundo ele, Guerrero e o goleiro Diego Alves fizeram muita falta. O time contou com o empenho e esforço de jogadores jovens.

– Infelizmente se vai uma oportunidade. Uma equipe que teve muitas adversidades no caminho. Apesar de um elenco de homens de personalidade, perdemos homens vitais, importantes para nossas aspirações. Faltou essa experiência de jogadores como Guerrero, Diego Alves. É difícil compreender e seguramente afetou para não conseguir o que queríamos.

Para 2018, Rueda e a diretoria já começaram a avaliar os possíveis reforços e as prioridades no ajuste do elenco. Um substituto para Guerrero, suspenso pela Fifa, é a prioridade.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais popular

T O P O