Cidades

Protesto de moradores interdita trecho da PB-073 em Guarabira, na PB

Foto:  Volney Andrade/TV Cabo Branco

Foto: Volney Andrade/TV Cabo Branco

Um protesto realizado por moradores de Guarabira, no Agreste paraibano, interditou um trecho da PB-073 na manhã desta terça-feira (27). De acordo com Reginaldo Apolinário, morador da região, a manifestação teve o objetivo de reivindicar a instalação de redutores de velocidade no trecho, que segundo os moradores, é um local com altos índices de acidentes.

Na sexta-feira (23), um homem de 34 anos morreu e uma mulher ficou ferida após a moto em que eles estavam bater de frente com uma van no trecho da PB-073 que liga os municípios de Guarabira e Mari. “Além deste acidente, vários outros já foram registrados aqui e acreditamos que com os redutores, estes índices podem ser reduzidos”, disse Apolinário.

O protesto teve início por volta das 7h (horário local), e durou cerca de duas horas. Os manifestantes queimaram pneus e galhos e o trânsito no local ficou interditado nos dois sentidos até o protesto encerrar e o Corpo de Bombeiros apagar o fogo e liberar a via. A Polícia Militar acompanhou a manifestação, que foi pacífica.

Segundo Reginaldo Apolinário, os moradores da região explicaram que o trânsito no trecho é considerado perigoso por causa de desvios que os motoristas fazem nas lombadas que existem no local onde ficava o antigo posto da Operação Manzuá. “As lombadas são feitas até a metade da via, de um lado tem uma metade e 200 metros depois tem a outra metade, que funcionavam como redutores quando o posto existia. Agora, sem o posto, os motoristas desviam pelo lado que não tem redutor e isso pode estar causando os acidentes”, diz o morador.

Segundo o engenheiro do Departamento de Estradas e Rodagens da Paraíba (DER-PB) Adalberto Sales, responsável pela residência rodoviária de Sapé, que gerencia a região de Guarabira, ficou acordado com os moradores que uma intervenção será feita para reduzir a velocidade na via. “A gente já tinha o projeto em mente e iremos executar até o dia 20 de novembro. Iremos remover um dos redutores do antigo posto e completar o outro, para que ele se estenda pelos dois sentidos da via. Também iremos fazer um estudo para viabilizar outro redutor no início da ladeira que fica próxima à entrada da comunidade”, explicou Sales.

 

 G1
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais popular

T O P O