Em João Pessoa

Prefeito ignora e-SUS e veta prontuário eletrônico

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, vetou totalmente o projeto de Lei que previa a implantação de prontuário eletrônico na rede pública de saúde. A matéria, proposta pelo vereador Leo Bezerra (PSB), havia sido aprovada na Câmara Municipal de João Pessoa.

Para Leo Bezerra, o prefeito está vetando um claro beneficio para a população de João Pessoa, e lembrou que, no inicio dos trabalhos deste ano, o prefeito prometeu que iria aprovar o prontuário eletrônico.

“Luciano Cartaxo está vetando a melhoria do cidadão pessoense, está vetando um beneficio claro para todos. Quando o prefeito inicio os trabalhos legislativos esse ano, ele prometeu que iria aprovar e fazer valer o prontuário eletrônico”, disse o líder da bancada

O veto do projeto ignora a recomendação inclusive do Sistema e-SUS Atenção Básica, que tem como uma das prioridades a informatização e o sistema integrado. A adoção do prontuário eletrônico pelos municípios é uma recomendação do Ministério da Saúde desde 2016. O objetivo principal é informatizar o fluxo de atendimento do cidadão realizado pelos profissionais de saúde.

Benefícios da informatização – A informatização desses processos nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) pode trazer benefícios importantes como: acesso rápido às informações de saúde e intervenções realizadas; melhoria na efetividade do cuidado e possível redução de custos com otimização dos recursos, além de aprimorar e automatizar o processo de envio de informações da AB para o Ministério da Saúde, impactando na qualificação dos sistemas de informações. Ou seja, a implantação do prontuário eletrônico traz benefícios, ao mesmo tempo, para gestores, profissionais de saúde e cidadãos.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais popular

T O P O