Meio Ambiente

Polícia Ambiental apreende 253 aves em operação na Região Metropolitana

meio ambienteO Batalhão de Policiamento Ambiental apreendeu 253 aves silvestres em nove bairros de João Pessoa e na cidade de Santa Rita. Nas ações, foram aplicadas multas que variam entre R$ 500 e R$ 5 mil reais.

A última apreensão foi realizada na manhã desta quinta-feira (9), nos bairros do Planalto e Novaes, onde foram apreendidas 29 aves silvestres das espécies papa-capim, coleira, azulão, canário da terra e sabiá.

A polícia chegou até os acusados após denúncia anônima pelo 190. Na cidade de Santa Rita um dos animais apreendidos estava na lista com risco de extinção. O dono do animal apreendido foi autuado com multa no valor de R$ 5 mil reais.

O Comandante do Batalhão da Polícia Ambiental, tenente-coronel Paulo Sérgio, informou que a operação irá continuar e explicou que as apreensões estão sendo feitas de duas formas.

“Uma através da entrega voluntária do animal, o que isenta a multa, e a outra através de denúncia feita ao 190. É importante que a população participe e denuncie para devolver esses pássaros à natureza, que é o local apropriado para eles viverem. Só no segundo semestre do ano passado apreendemos 2.882 animais silvestres que estavam sendo mantidos presos”, lembrou.

As aves apreendidas foram levadas para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), em Cabedelo, onde após período de recuperação são soltas em seu hábitat natural.

Operação Resgate – A operação resgate é realizada pelo Batalhão de Policiamento Ambiental com o objetivo de apreender aves criadas de forma irregular, principalmente as que configuram na lista dos ameaçados de extinção.

As multas aplicadas para os responsáveis por manter os animais em gaiolas e cativeiros varia de R$ 500 até R$ 5 mil reais.

Fonte: Secom/PB
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais popular

T O P O