Macarrão? Carboidrato depois das 18h? Chocolate? Pode de tudo, mas não tudo. Esse é o lema da “Flexível”, a dieta que promete fazer você emagrecer sem restrições.

Funciona assim: com a orientação de um nutricionista, você vai descobrir a quantidade de calorias que precisa consumir diariamente para perder peso. Mas tem de estar dentro do limite aceitável para um ser humano sobreviver, ok?! Nada de 500 calorias por dia!

Então, você vai entender um pouco melhor sobre os macronutrientes, que são os nutrientes carboidrato, gordura e proteína. Eles são responsáveis por fornecer energia ao corpo e devem ser ingeridos em maior quantidade.

A partir disso, é estabelecida uma quantidade diária desses macronutrientes que você precisa consumir. Uma boa dica é utilizar os aplicativos em que é possível lançar os alimentos que você consome, aí fica mais fácil “contar macros”.

A nutricionista Thaynara Fernandes, especialista em nutrição clínica funcional, explica que “o cálculo de macronutrientes, exclusivamente, pode funcionar a curto prazo, mas existem outros nutrientes envolvidos no emagrecimento saudável, como as vitaminas e minerais”.

É importante que a base da dieta seja rica em vitaminas e minerais

É importante que a base da dieta seja rica em vitaminas e minerais

Ela esclarece que o pãozinho francês, tão amado, pode fazer parte de uma alimentação saudável — desde que esteja dentro do necessário para cada pessoa. Mas é importante priorizar alimentos como frutas e raízes.

Não dá pra negar que com a flexível fica mais fácil encaixar os alimentos que você gosta dentro das quantidades “permitidas”.

Sucesso entre as blogueiras do Instagram

A Paula Pavan foi uma das primeiras a criar um perfil sobre a dieta na rede social e hoje tem milhares de seguidores. Ela conta que passou por muitas restrições alimentares antes de conhecer a Flexível.

“Comecei a entender melhor os alimentos e que não era um específico que me faria engordar ou emagrecer”, Paula Pavan, do perfil @pauladietaflex

Ela ensina a montar cardápios equilibrados com opções deliciosas. Até porque a Flexível não é bagunça. Não é pra você sair comendo besteira o dia todo, tá?

Essa dieta logo se mostrou uma aliada para as mulheres que sofrem ou já sofreram com algum transtorno alimentar. A blogueira Natasha Villaschi tem um perfil na internet em que compartilha sua rotina de treinos e conta como venceu a compulsão alimentar, além da anorexia e bulimia, com a ajuda da Flexível.

“Eu vivia pelo meu corpo. Hoje eu vivo para ser feliz. Hoje eu tenho meus momentos de foco, de treino, de macros, e tenho meus momentos de simplesmente não contar nada, me divertir e ser feliz com quem eu amo!”