Esportes

Paraibano ensina jiu-jítsu a crianças enquanto cumpre pena na PB

Isac Lucas é apenado do regime aberto em uma penitenciária de João Pessoa. Mas decidiu abrir uma ONG para dar aulas gratuitas da luta a crianças de 5 a 16 anos

O paraibano Isac Lucas de Carvalho era chefe de segurança particular. Mas em 2011 fez um assalto a mão armada e foi preso. Hoje, cumpre pena no regime aberto e dorme no presídio apenas nos fins de semana e feriados. Golias – como é conhecido – sempre teve o jiu-jítsu como hobby desde a juventude e agora transformou a paixão pelo esporte em uma profissão. Reintegrado à sociedade, o lutador criou a ONG Caminho da Vitória, que oferece aulas gratuitas da luta para crianças de 5 a 16 anos, em Santa Rita, na Região Metropolitana de João Pessoa.

 

– O principal objetivo é evitar que aconteça o que já aconteceu comigo anteriormente. Quero focar bem na disciplina das crianças. Na forma de lidar com os pais, nas companhias que têm nas ruas. Preencher o tempo deles mesmo com o que é bom: o jiu-jítsu – comentou Isac Lucas.

Para se aperfeiçoar ainda mais na modalidade, o campeão de uma das etapa do Circuito Paraibano no ano passado com a faixa marrom, cursa o primeiro período de Educação Física em uma faculdade particular de João Pessoa.

– Estou me especializando na área mesmo. É um presente divino que chegou quando eu menos esperava. Consegui uma bolsa pelo ProUni (Programa Universidade para Todos) e estamos lutando para (adquirir conhecimento e) oferecer o que há de melhor para eles (os alunos) – disse.

A ONG Caminho da Vitória conta com 85 alunos e foi fundada há três meses, na cidade de Santa Rita. Por falta de condições financeiras dos alunos, alguns não têm quimono, peça fundamental para o jiu-jítsu.

– É uma necessidade que nós temos. Existe essa deficiência ainda por não ter parcerias que supram essa necessidade. Estamos dependendo de muitos desses benefícios que podem vir – afirmou.

18/09/2014 17h23 – Atualizado em 18/09/2014 17h48

Paraibano ensina jiu-jítsu a crianças enquanto cumpre pena na prisão

Isac Lucas é apenado do regime aberto em uma penitenciária de João Pessoa. Mas decidiu abrir uma ONG para dar aulas gratuitas da luta a crianças de 5 a 16 anos

Por Lucas Barros

João Pessoa

FACEBOOK

TWITTER

isac lucas de carvalho, golias, jiu-jítsu (Foto: Lucas Barros / GloboEsporte.com/pb)

Isac Lucas, o Golias, criou uma ONG para dar aulas gratuitas de jiu-jítsu na Paraíba

(Foto: Lucas Barros / GloboEsporte.com/pb)

O paraibano Isac Lucas de Carvalho era chefe de segurança particular. Mas em 2011 fez um assalto a mão armada e foi preso. Hoje, cumpre pena no regime aberto e dorme no presídio apenas nos fins de semana e feriados. Golias – como é conhecido – sempre teve o jiu-jítsu como hobby desde a juventude e agora transformou a paixão pelo esporte em uma profissão. Reintegrado à sociedade, o lutador criou a ONG Caminho da Vitória, que oferece aulas gratuitas da luta para crianças de 5 a 16 anos, em Santa Rita, na Região Metropolitana de João Pessoa.

 

– O principal objetivo é evitar que aconteça o que já aconteceu comigo anteriormente. Quero focar bem na disciplina das crianças. Na forma de lidar com os pais, nas companhias que têm nas ruas. Preencher o tempo deles mesmo com o que é bom: o jiu-jítsu – comentou Isac Lucas.

Para se aperfeiçoar ainda mais na modalidade, o campeão de uma das etapa do Circuito Paraibano no ano passado com a faixa marrom, cursa o primeiro período de Educação Física em uma faculdade particular de João Pessoa.

Quero focar bem na disciplina das crianças. Na forma de lidar com os pais, nas companhias que têm nas ruas. Preencher o tempo deles mesmo com o que é bom: o jiu-jítsu.”

Isac Lucas

– Estou me especializando na área mesmo. É um presente divino que chegou quando eu menos esperava. Consegui uma bolsa pelo ProUni (Programa Universidade para Todos) e estamos lutando para (adquirir conhecimento e) oferecer o que há de melhor para eles (os alunos) – disse.

A ONG Caminho da Vitória conta com 85 alunos e foi fundada há três meses, na cidade de Santa Rita. Por falta de condições financeiras dos alunos, alguns não têm quimono, peça fundamental para o jiu-jítsu.

– É uma necessidade que nós temos. Existe essa deficiência ainda por não ter parcerias que supram essa necessidade. Estamos dependendo de muitos desses benefícios que podem vir – afirmou.

isac lucas de carvalho, golias, jiu-jítsu (Foto: Lucas Barros / GloboEsporte.com/pb)

Turma mirim aprende as primeiras técnicas da luta (Foto: Lucas Barros / GloboEsporte.com/pb)

 

A turma infantil das crianças de até 12 anos, por exemplo, começa a dar os primeiros golpes. Com a experiência que possui por praticar a modalidade desde os 19 anos, Golias quer repassar os conhecimentos e deseja afastar os alunos do “mundo do crime”.

– São os primeiros passos, estão pegando aptidão física, o gás que a gente chama. A vontade deles é enorme. Eles ficam pedindo: “Professor, professor, vamos lutar hoje?”. Mas a gente evita um pouco inicialmente para evitar machucados – explicou Golias.

Mesmo com pouco tempo de aula, a garotada já aprendeu várias dicas:

– Ir para frente e ganhar várias lutas, medalhas… – resumiu Marcelo Pinheiro, de 11 anos, ainda tímido.

 

A oportunidade de dar aulas de jiu-jítsu é uma mudança de vida para Golias. Casado e pai de dois filhos, um de quatro e outra de dois anos, o lutador espera por mais um herdeiro – que terá o nome do pai: Isac Lucas. O garoto deve nascer na próxima semana.

 

– Me pego às vezes pensando o quanto ingênuo eu era em pensar sobre um dinheiro que viesse fácil. Foi a minha inexperiência de vida, de como eu era e como eu sou hoje. Realmente o crime não compensa. Crime já está dizendo. É crime. A minha consciência de sociedade voltou – garantiu.

Após o assalto a mão armada há três anos, Golias cumpre pena na Penitenciária Média Hitler Cantalice, no bairro de Mangabeira, em João Pessoa. Pelo bom comportamento, ele conseguiu, depois de algum tempo, ingressar no regime semiaberto (dormia no presídio todos os dias à noite e saía às 5h da manhã). Agora, ele está no regime aberto (e só vai ao local no fim de semana e feriados).

globoesporte.com

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais popular

T O P O