EUA

“O rei do pornô” oferece 10 milhões por informações para destituir Trump

É um anúncio de página inteira no The Washington Post deste domingo 15/10/17. Há dois trechos com letras maiúsculas enormes que se sobressaem: 10 milhões de dólares e Donald J. Trump. O provocador Larry Flynt e a revista pornográficaHustler, da qual é fundador, estão fazendo esta “oferta em dinheiro vivo” em troca de “informações que levem ao impeachment e a destituição” do atual presidente dos Estados Unidos. O anúncio fornece um número de telefone e um e-mail. As informações coletadas, segundo o texto, serão mantidas em estado “confidencial”

A especulação sobre um impeachment de Trump há meses sobrevoa Washington desde as revelações de seus laços com a Rússia, mas parece um cenário improvável dado que os republicanos controlam o Congresso e por enquanto não há provas de irregularidade. Há um homem fundamental nesse debate: Robert Mueller. O ex-diretor do FBI e atual fiscal especial que está investigando a trama russa é quem deve determinar se Trump cometeu ou não um crime de obstrução de justiça ao despedir James Comey como diretor do FBI. Comey liderava os inquéritos sobre os laços entre os associados mais próximos do presidente e Moscou. Mueller também deve esclarecer se o presidente republicano contou com a ingerência russa em sua campanha eleitoral, mas ainda está na fase inicial de sua investigação.

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais popular

T O P O