Política

Nana Caymmi elogia Bolsonaro e detona: “Gil, Caetano, Chico Buarque. Tudo chupador de pau de Lula”

Aos 78 anos de idade, a cantora Nana Caymmi voltou a estar no centro das atenções, desta vez, porém, o motivo não é a música. Em entrevista à Folha de São Paulo, na última quinta-feira (28/3), a intérprete saiu em defesa do presidente Jair Bolsonaro, e atacou companheiros de palco como Caetano Veloso, Chico Buarque e Gilberto Gil — com quem foi casada. Sobrou bronca até apara a sobrinha, Alice Caymmi.

Sem se abster de nenhum assunto, Nana abriu o verbo sobre a atual fase política do país. “É injusto não dar a esse homem um crédito de confiança. Um homem que estava fodido, esfaqueado, correndo pra fazer um ministério, sem noção da mutreta toda… Só de tirar PMDB e PT já é uma garantia de que a vida vai melhorar. Agora vêm dizer que os militares vão tomar conta? Isso é conversa de comunista”, acredita.

Dona de sucessos como Resposta ao Tempo, Nana não poupou os antigos amigos e parceiros musicais de críticas pesadas, e subiu o tom. “Gil, Caetano, Chico Buarque. Tudo chupador de pau de Lula. Então, vão pro Paraná fazer companhia a ele. Eu não me importo”, detonou.

Ainda durante a entrevista, a cantora se mostrou indignada com as netas, fãs do pagodeiro Belo. “Não tenho nada contra a pessoa. Mas duas bisnetas de Dorival Caymmi! Eu já fazia música com quatro anos”, ressaltou. Sobrou até para a sobrinha Alice Caymmi, que escolheu o pop para a carreira artística. “Eu tinha muita esperança de que ela fosse pro meu caminho. Achei que Alice ia dar mel, mas não deu”, concluiu.

A artista se prepara para lançar dois novos álbuns: Nana Caymmi Canta Tito Madi, pela Biscoito Fino, e outro com canções de Tom Jobim.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais popular

T O P O