Formula Um

Mercedes erra na tática, Kimi vence e adia penta de Hamilton

Parecia que Lewis Hamilton tinha no roteiro uma vitória no GP dos EUA e o pentacampeonato. Mas Kimi Raikkonen tinha outras ideias. O finlandês, que não vencia desde o GP da Austrália de 2013, conseguiu sua primeira vitória desde seu retorno à Ferrari após uma pisada de bola da Mercedes na estratégia.

Saindo com pneus ultramacios, Kimi passou Hamilton na largada e liderou a maior parte da corrida. Se aproveitando de uma estratégia errada da Mercedes, fazendo duas paradas, Raikkonen fez apenas uma parada e triunfou pela 21ª vez na carreira.

Devido a um Safety Car Virtual, a Mercedes resolveu parar Hamilton no início da corrida tentando uma estratégia arrojada de dois pit stops. Com Kimi tentando uma parada, Lewis acabou ficando exposto no final de seu segundo stint, e parou uma segunda vez, retornando a 12s da liderança. Hamilton até tentou chegar no finlandês e Max Verstappen, segundo. No entanto, ele ficou represado atrás do piloto holandês, a menso de 2s de Kimi, e foi apenas o terceiro.

Com isso, Hamilton não conseguiu fechar o título, mesmo após um erro de Sebastian Vettel na primeira volta, quando rodou tocando com Daniel Ricciardo. Ele se recuperou e chegou em quarto, passando Valtteri Bottas na penúltima volta. Agora, a diferença entre os dois é de 70 pontos. Assim, uma simples sétima posição garante o título a Lewis no México mesmo que Vettel ganhe.

Depois de errar no treino classificatório, Verstappen largou de 18º e chegou em segundo, se utilizando de uma estratégia de pneus perfeita e de muita agressividade na corrida.

Nico Hulkenberg foi o melhor do resto, à frente de Carlos Sainz, Esteban Ocon, Kevin Magnussen e Sergio Perez no top-10.

A corrida

Na largada, Hamilton foi ultrapassado pro Raikkonen (que saiu de pneus ultramacios em vez de supermacios). Bottas conseguiu segurar Ricciardo pelo terceiro, enquanto Vettel tentava atacar o australiano. Na curva 12, Vettel tentou mergulhar em cima de Daniel, mas errou e acabou rodando. Ele recuou para 15º e teve de se recuperar.

Após o fim da primeira volta o top-10 era Raikkonen, Hamilton, Bottas, Ricciardo, Hulkenberg, Sainz, Ocon, Verstappen, Perez e Magnussen.

A primeira volta foi marcada por outros dois incidentes. Em um, Lance Stroll acertou Fernando Alonso e tirou o espanhol da prova. Em outro, Grosjean bateu em Leclerc, fazendo o monegasco rodar. O piloto da Haas abandonou. Stroll foi obrigado a fazer um drive-through.

Daniel Ricciardo abandonou com problemas de motor na volta 8. Para retirar seu carro, a direção de provas trouxe o Safety Car Virtual. Hamilton parou e voltou com os pneus macios. Logo após a saída do VSC, Bottas deixou Hamilton passar para ser o segundo.

O top-10 era Raikkonen, Hamilton, Bottas, Verstappen, Vettel, Hulkenberg, Sainz, Ocon, Perez e Magnussen.

Hamilton cortou a diferença de 9s para o finlandês e chegou perto para atacar o piloto da Ferrari. Ele pressionou Kimi até a volta 21, quando o finlandês foi para o box e deixou a liderança para Hamilton.

Bottas e Verstappen foram para os pits nas voltas seguintes, com o holandês passando o finlandês pelo undercut.

Raikkonen e Hamilton andavam no mesmo ritmo na metade da prova. O top-10 era Hamilton, Raikkonen, Verstappen, Bottas, Vettel, Hulkenberg, Sainz, Ocon, Perez e Magnussen.

A partir da volta 35 Kimi Raikkonen passou a se aproximar de Hamilton, que sofria com bolhas em seus pneus. Ele baixou a diferença de 17s para nove, virando cerca de 2s mais veloz a cada volta.

Na volta 38, Hamilton parou e retornou em quarto, a 12 segundos de Kimi. Ele fez a volta mais rápida e superou Bottas duas voltas depois. A partir daí Hamilton foi chegando em Verstappen aos poucos enquanto a corrida chegava em suas voltas finais.

No entanto, nas últimas voltas Hamilton não conseguiu entrar na zona de DRS da Red Bull e acabou ficando represado atrás de Verstappen, sem conseguir passa-lo.

Hamilton se aproveitou de um erro de Verstappen a três voltas do fim e tentou uma investida, mas não conseguiu passar o holandês e saiu da pista, tendo de ficar com o terceiro lugar. Vettel subiu para quarto a duas voltas do fim.

A próxima etapa da Fórmula 1 é no próximo final de semana, no México.

Confira o resultado:

Pos. Piloto Chassi Motor Dif.
1 Finland Kimi Raikkonen  Ferrari Ferrari
2 Netherlands Max Verstappen  Red Bull TAG 1.281
3 United Kingdom Lewis Hamilton  Mercedes Mercedes 2.342
4 Germany Sebastian Vettel  Ferrari Ferrari 18.222
5 Finland Valtteri Bottas  Mercedes Mercedes 24.744
6 Germany Nico Hulkenberg  Renault Renault 1’27.210
7 Spain Carlos Sainz Renault Renault 1’34.994
8 France Esteban Ocon  Force India Mercedes 1’39.288
9 Denmark Kevin Magnussen  Haas Ferrari 1’40.657
10 Mexico Sergio Perez  Force India Mercedes 1’41.080
11 New Zealand Brendon Hartley  Toro Rosso Honda 1 v
12 Sweden Marcus Ericsson  Sauber Ferrari 1 v
13 Belgium Stoffel Vandoorne  McLaren Renault 1 v
14 France Pierre Gasly  Toro Rosso Honda 1 v
15 Russian Federation Sergey Sirotkin  Williams Mercedes 1 v
16 Canada Lance Stroll  Williams Mercedes 2 v
Monaco Charles Leclerc  Sauber Ferrari
Australia Daniel Ricciardo  Red Bull TAG
France Romain Grosjean  Haas Ferrari
Spain Fernando Alonso  McLaren Renault
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais popular

T O P O