Justiça

Justiça bloqueia R$ 45 milhões em bens de ex-governador Pezão

A Justiça do Rio bloqueou cerca de R$ 45 milhões em bens do ex-governador do Rio de Janeiro Luiz Fernando Pezão, preso no fim de novembro do ano passado, durante a operação Boca de Lobo, desdobramento da Lava Jato.

Segundo a juíza Mirela Erbisti, responsável pela decisão favorável ao pedido do MP-RJ (Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro) de congelamento de bens, o valor bloqueado é referente ao total em propina que Pezão é suspeito de receber da Fetranspor (Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro).

Segundo as investigações, o ex-governador do Estado teria recebido R$ 11,4 milhões da empresa. Além deste valor, a juíza Mirela Erbisti determinou o bloqueio de mais R$ 34,2 mi (o triplo do total de propina apontado pelas investigações) estabelecido como multa civil.

Além de Pezão, outros envolvidos tiveram seus bens congelados. O ex-dirigente da Fetranspor José Carlos Lavouras, o doleiro Luiz Carlos Vidal Barroso e o ex-secretário Hudson Braga, juntos, tiveram cerca de R$ 70 milhões bloqueados pela Justiça.

Em nota, o MP-RJ informou que a Fetranspor também teve R$ 34,2 milhões de seu patrimônio congelado por decisão judicial.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais popular

T O P O