Operação Calvário

Investigação da Operacao Calvário aponta indícios contra deputada Estela Bezerra(PSB-Pb)

Pela primeira vez, a Operação Calvário cita e investiga um deputado estadual da Paraíba. Trata-se da deputada Estela Bezerra (PSB). Ela é suspeita de ‘condutas criminosas’.

Em despacho assinado nesta segunda-feira (14), o desembargador Ricardo Vital de Almeida apontou que há indícios da vinculação da parlamentar, que exerce mandato desde 2014, em ações cujo envolvimento aguarda diligências em andamento e que estão protegidas por sigilo.

Nesta terça-feira (15), Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado do Ministério Público do Estado da Paraíba deflagrou nova fase de buscas e apreensões.

De acordo com o documento, a parlamentar teria envolvimento com o dirigente da Cruz Vermelha na Paraíba, Daniel Gomes, apontado como chefe da organização. Ainda conforme o despacho, a então chefe de gabinete de Estela, Mayara Martins, foi escolhida para presidir a organização.

“É possível que Daniel Gomes tenha permitido que a investigada Estelizabel tenha feito indicações, semelhantes a que fez por Mayara Martins, no âmbito do IPCEP, sendo necessário o aprofundamento das investigações neste aspecto”, diz trecho do despacho.

As investigações também apontam que foram encontradas em uma pasta de mídia no Whatsapp entre Mayara e Daniel, onde seria possível constatar que ele estaria implantando a venda de bilhetes premiados patrocinados pela Lotep, que pertence ao Governo do Estado, que também teria fornecido um imóvel para funcionar como sede da Cruz Vermelha.

Ainda conforme a Justiça, o contexto apurado indica influência da deputada para a suposta obtenção de vantagens quanto ao imóvel, que será investigado de forma profunda.

Confira o documento: operacao_calvario.pdf

 

 

com mais pb

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais popular

T O P O