Notícias

Governo institui 2020 como ‘ano Celso Furtado’, em homenagem ao centenário do paraibano

O governo da Paraíba instituiu o ano de 2020 como o “ano Celso Furtado”, em homenagem ao centenário do economista nascido em Pombal, no Sertão do estado. A proposta foi de autoria da deputada Pollyana Dutra e a aprovação foi publicada no Diário Oficial do Estado do dia 16 de novembro.

De acordo com a publicação, deverão ocorrer durante o ano de 2020 atividades promovidas pelo Estado envolvendo pesquisa, produções audiovisuais e afins, que possibilitem um maior conhecimento e expansão do trabalhos e da vida de Celso Furtado.

Celso Furtado foi doutor em economia da Universidade de Paris-Sorbonne em 1948. Integrou a Comissão Econômica para a América Latina (CEPAL), órgão das Nações Unidas, em 1949; foi diretor do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico em 1953; fundador da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste, em 1959; foi nomeado o primeiro Ministro do Planejamento do Brasil, em 1962.

Em 1964, perdeu os direitos políticos devido ao Ato Institucional n° I, durante a ditadura. De 1964 a 1979, viveu no exterior, foi pesquisador graduado do Instituto de Estudos do Desenvolvimento da Universidade de Yale, foi professor efetivo de Economia do Desenvolvimento e Economia latino-americana na Faculdade de Direito e Ciências Econômicas da Sorbonne e também visitou diversos países em missão das Nações Unidas.

Celso também foi ministro da Cultura, durante os anos de 1986 a 1988. Em 2004, o economista morreu no Rio de Janeiro, devido a um ataque cardíaco. G1

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais popular

T O P O