A Paraíba na contramão da história

Governo da Paraíba fecha posição contrária à reforma da Previdência Social

O governador da Paraíba, João Azevêdo, acompanhou sem discutir a posição tomada, ontem, pela Comissão da Executiva Nacional do PSB contra o projeto de reforma da Previdência encaminhado à Câmara pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e que entra na etapa decisiva esta semana. Também manifestaram-se contrários à reforma o ex-governador Ricardo Coutinho, presidente da Fundação João Mangabeira, o deputado federal Gervásio Maia e a deputada estadual Estelizabel Bezerra. A reunião da direção nacional do Partido Socialista Brasileiro ocorreu em Brasília.

Em virtude dessa tomada de atitude, o deputado federal Efraim Filho, do Democratas, coordenador da bancada paraibana, cancelou a reunião programada para hoje entre os parlamentares e o governador João Azevêdo para tratar do assunto e da necessidade de inclusão dos Estados no projeto de reforma.

Textualmente, expressou Efraim Filho: “Diante da decisão do PSB em fechar questão contra a reforma, creio desnecessária a reunião da bancada com o chefe do Executivo para tratar sobre o tema, até porque seria incoerente. Já me comuniquei com ele, que também compreendeu da mesma forma, o que significa que a reunião está cancelada”. De acordo com o deputado do DEM, a bancada se reúne hoje às 16h na sede do Dnit para tratar de recursos prioritários para investimentos de infraestrutura no estado e outros assuntos relativos à apresentação de emendas ao projeto de lei de Diretrizes Orçamentárias para 2020. Ontem, o deputado federal Aguinaldo Ribeiro, do PP-PB, calculou que o projeto de lei de reforma da Previdência já conta com o apoio de 293 parlamentares, o que torna mais próxima a chance de aprovação. Há necessidade de 308 votos na Câmara para aprovação em primeiro turno.

Levantamento feito pelo jornal “Correio da Paraíba” revela que dos 12 deputados federais paraibanos, sete fecharam posição favorável à reforma e cinco anunciaram que votarão contra, ficando um indefinido. São favoráveis: Aguinaldo Ribeiro, do PP, Julian Lemos, do PSL, Efraim Filho, do DEM, Pedro Cunha Lima, do PSDB, Edna Henrique, do PSDB, Ruy Carneiro, também tucano, e Wellington Roberto, do PL. Contrários: Damião Feliciano, do PDT, Frei Anastácio Ribeiro, do PT, Gervásio Maia, do PSB, Hugo Motta, do PRB e Wilson Santiago, do PTB. Para reforçar a posição dos parlamentares, outdoors foram afixados em alguns pontos estratégicos de João Pessoa cobrando os compromissos de deputados paraibanos com a aprovação da reforma. Na peça publicitária, há um recado direto aos parlamentares, traduzido na mensagem:

“Atenção deputados. Sim à reforma da Previdência. Se votar não, esqueça sua reeleição”

Ruy Carneiro pontua que ninguém conseguirá a reforma perfeita, mas ela é um instrumento que surge para enfrentamento de um problema real nas aposentadorias.

 

 

 

Nonato Guedes

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais popular

T O P O