Justiça

Governo americano fecha o cerco sobre a JBS USA

Autoridades Americana querem detalhes sobre a origem do dinheiro.

Depois de confessarem centenas de subornos, indicarem quase 2000 suspeitos de recebimento de propinas e trazerem detalhes à Justiça sobre os esquemas, os irmãos Batista, donos da JBS, receberam em troca uma multa, somada a garantias de liberdade e imunidade pelo conjunto de crimes delatados no Brasil.

Agora, muitos se perguntam quais seriam as possíveis complicações para os dois com a Justiça dos Estados Unidos – país responsável por mais de 50% do lucro da JBS (o Brasil gera apenas 15%), onde Joesley Batista mantém um apartamento avaliado em quase R$ 100 milhões, na 5ª avenida, em Nova York.

O governo americano quer explicações da JBS USA sobre a origem do dinheiro aplicado em solo americano uma vez que as denúncias feitas no Brasil apontam que os valores foram obtidos através de relações criminosas com políticos.

Irmãos não aparecem na empresa.

Nem Joesley, nem Wesley, entretanto, aparecem como diretores da chamada “JBS USA”, braço americano da empresa. O único Batista na diretoria da JBS USA é Wesley Batista Filho – filho de Wesley, que começou como trainee na empresa em 2010 e hoje é presidente do setor de carne de boi nos EUA.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais popular

T O P O