Educação/Cultura

Governador Ricardo Coutinho inaugura Escola Técnica na capital e critica queda de recursos federais

Foto: Ângelo Madeiros

Foto: Ângelo Madeiros

Durante a inauguração da Escola Técnica Estadual de João Pessoa Pastor João Pereira Gomes Filho, no bairro de Mangabeira, na manhã desta segunda-feira (17), o governador Ricardo Coutinho aproveitou a ocasião para falar sobre a queda de repasses dos recursos federais para investimentos nos Estados. Ele disse que o Governo do Estado não pode cobrir recursos do Governo Federal.

“Os nossos já são contados para poder ampliar a rede escolar, para dar reajuste a professor, ou seja, fazer uma série de coisas que nenhum outro Estado está fazendo e nós estamos fazendo aqui. Eu tenho tido preocupação e responsabilidade nesse momento. O que eu tenho é responsabilidade com o Brasil, eu sou governador de um Estado que não é rico e eu preciso olhar, a partir desse Estado, para o país, caso contrário terei um quadro que vai nos trazer problemas no presente e no futuro”, observou.

Ainda de acordo com Ricardo os problemas da seca e da Educação, por exemplo, não podem esperar. “Eu sei que o Governo tem recursos para a Educação, esse é um setor inegociável, você não pode fazer superávit com Educação”, frisou.

Escola Técnica de Mangabeira  – A escola tem capacidade para 1.200 alunos e ofertará cursos nos eixos tecnológicos de turismo, hospitalidade e lazer e gestão e negócios a serem oferecidos a partir de 2016, quais sejam: Técnico em Gastronomia e Técnico em Vendas. As modalidades de ensino oferecidas são Ensino Médio Integrado à Educação Profissional, Proeja, Pronatec e Ejatec. A escola técnica funcionará nos três turnos.

No pavimento térreo a escola conta com quadra poliesportiva coberta com demarcação (trave para futebol oficial, suporte para fixação para rede de voleibol, tabela de basquete); vestiários masculino efeminino; refeitório, cantina e cozinha industrial completa; laboratório de informática; laboratório de línguas; laboratório de matemática; laboratório de física; laboratório de biologia; laboratório de química; sala de multimídia para professores; biblioteca; auditório com capacidade para 201 lugares; anfiteatro; sala para o grêmio estudantil. No pavimento superior estão 12 salas de aula e uma biblioteca.

Cursos ofertados em 2015 – Como o ano letivo só terá início em fevereiro de 2016, a escola iniciará suas atividades no dia 2 de setembro próximo com o projeto Qualifica-PB, com a oferta de 240 vagas em João Pessoa. Participarão alunos do 1º Ano do Ensino Médio das escolas públicas do entorno, nos turnos da manhã e da tarde, com três turmas com 40 alunos cada.

As aulas acontecerão uma vez por semana, das 14h às 17h. Quando curso atingir o seu terceiro semestre, o aluno escolhe o curso para o qual destinará sua formação específica e, ao final do 3º Ano do Ensino Médio, os alunos receberão um certificado de formação profissional.

A estrutura de conteúdo do curso será a seguinte: Semestre 1 – Suporte a Formação Profissional; Semestre 2 – As Empresas e os Indivíduos; Semestre 3 – As Ações dos Indivíduos no Ambiente Profissional e Semestre 4 – As Formações e Atividades por Eixo Tecnológico. A escola também terá duas salas com o funcionamento da Ejatec (Educação de Jovens e Adultos voltada para qualificação profissional), também a partir de setembro, e ofertará, por meio de convênio com o IFPB, cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego – Pronatec.

 

Redação com WSCOM

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais popular

T O P O