Tech

Game de F-1 traz Senna e Prost para geração que não viveu rivalidade

Além de ter sua história contada em um novo filme, previsto para 2020, Ayrton Senna terá parte de sua trajetória na F-1 reproduzida no universo dos games. As disputas entre ele e o francês Alain Prost estarão em um dos modos do novo jogo oficial da categoria.

Com a inclusão dos dois ídolos, o game buscará apresentar para as novas gerações de fãs do automobilismo aquela que é a apontada como a maior rivalidade da F-1. Cada jogador poderá assumir o avatar de um dos dois pilotos e competir em corridas com réplicas de seus carros.

Será a primeira vez que o brasileiro e o francês terão suas batalhas reproduzidas no mundo virtual. Senna, porém, já protagonizou diversos games, entre eles uma série exclusiva nos anos 1990, o Senna’s Super Monaco GP.

Na F-1, Senna e Prost foram contemporâneos na categoria por nove anos, de 1984, ano da estreia do brasileiro, até 1993, quando o francês se aposentou das pistas.

Segundo a Pesquisa Game Brasil, de 2018, realizada por Sioux Group, Blend New Research, ESPM e Go Gamers, 35% dos brasileiros que jogam vídeo-game têm idade entre 25 e 34 anos, portanto, eram crianças ou nem sequer tinham nascido quando os dois pilotos duelavam.

O auge dos embates entre eles ocorreu a partir de 1989, o segundo e último ano da parceria que formaram pela McLaren. Naquele ano, Prost conquistou o título após o polêmico GP de Suzuka, no Japão.

Na ocasião, o francês liderava a prova, seguido de perto pelo brasileiro. Senna precisava vencer para adiar a decisão do campeonato para a última corrida.

Até a volta 46, a dupla travou um duelo quase perfeito. Mas, na volta seguinte, o brasileiro tentou ultrapassar o francês, que fechou a porta. Os dois se tocaram, saindo da pista.

Para Prost, foi o fim da corrida. Com a ajuda dos fiscais de prova, Senna voltou à pista, mas cortou a chicane, passando fora do traçado. Seu carro ainda estava avariado e ele teve de parar nos boxes.

Em uma de suas atuações mais memoráveis, Senna voltou à corrida e alcançou a liderança. No final, ele venceu, mas não levou, pois acabou desclassificado pelo corte na chicane. O título ficou com Prost.

No ano seguinte, veio o troco. Novamente no GP do Japão, desta vez o último do calendário. Agora, era o brasileiro quem liderava o campeonato, e o francês que precisava vencer.

Com sua McLaren MP4/5B, Senna largou na pole. Prost vinha em segundo, com sua Ferraria F1-90. Esses carros, aliás, são os dois modelos que serão reproduzidos no novo game. A tão esperada revanche durou menos de uma volta.

Cerca de 700 metros após a largada, o brasileiro bateu no francês, os dois saíram da pista e deram adeus à corrida. Sem mudanças na classificação, Senna conquistou o título.

“Eu perdi o campeonato na largada. Eu sabia que foi de propósito, mas ouvir aquilo [reconhecimento do Senna] foi muito difícil para mim”, contou Prost, anos depois do ocorrido.

A rivalidade entre eles só aumentou nos anos seguintes, isso até 1993, quando o francês conquistou o seu quarto título, após vencer o GP da Austrália. Prost se aposentaria no final daquele ano e, no pódio, ele foi reverenciado por Senna, o vice-campeão, num gesto que deixava os ressentimentos no passado.

Sem as disputas, os dois ídolos passaram a cultivar uma amizade. Conversavam muito, geralmente por telefone. No dia do fatídico GP de San Marino, em 1994, Prost foi convidado por uma rádio francesa para comentar a corrida e, antes da largada, Senna entrou ao vivo para dar um recado ao amigo.

“Um alô especial para o nosso querido amigo, Alain. Nós sentimos sua falta”, disse o brasileiro.

Antes do final daquela corrida, quem deixaria saudades seria o próprio Senna, que morreu após sofrer grave acidente.

No mês passado, na semana em que a morte de Ayrton Senna completou 25 anos, Prost descreveu o que o brasileiro significou em sua vida.

“Não há um momento sequer em que, se alguém fala em Prost, não mencione Senna, e vice-versa. Não apenas minha carreira, mas também minha vida está ligada a ele. Vivo com ele há uns 30 anos”, disse, à agência AFP.

O novo jogo F-1 será lançado em 28 de junho, para Xbox One e Play Station 4. O modo com a presença dos dois ídolos estará na versão Legends Edition, ainda sem preço no Brasil.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais popular

T O P O