Policial

Empresário mata esposa e depois se mata, em João Pessoa

Um homem matou a esposa a tiros, no fim da manhã desta quinta-feira (18), no bairro da Torre, em João Pessoa, e logo depois se matou com um tiro no ouvido. O crime aconteceu em frente a uma concessionária de veículos. De acordo com informações da Polícia Militar, a vítima do feminicídio, Tâmara de Oliveira Queiroz, chegou a ser socorrida pelo filho do suspeito, mas não resistiu e morreu.

Conforme informações repassadas pelo sargento Edmilson, da Polícia Militar, o homem era filho do dono da concessionária. Os funcionários da empresa informaram à PM que os dois eram casados, mas a mulher queria se separar e, por isso, brigavam muito. Antes de atirar Marconi Alves Diniz teria discutido com Tâmara.

Uma moradora da região disse que ouviu três disparos e, quando chegou ao local, encontrou o homem morto. Segundo informações da Polícia Militar, Marconi Alves se matou com um tiro no ouvido. A arma foi encontrada embaixo do corpo dele.

Caso parecido em Campina Grande

Na última segunda-feira (15), um homem matou a esposa e depois cometeu suicídio, em um motel na BR-104, entre a saída de Campina Grande e a cidade de Queimadas, no Agreste paraibano. Ele mandou mensagens no WhatsApp para o irmão informando que matou a mulher e que iria se matar em seguida com um revólver. A conversa foi divulgada à TV Paraíba pelo irmão de Aderlon Bezerra de Souza, de 42 anos, na manhã da terça-feira (16).

Para a polícia, Aderlon planejou a morte de Dayse Ariceia da Silva Alves, de 40 anos. Ainda de acordo com a polícia, o casal – que tinha duas filhas, uma de 8 anos e outra de 17 – estava separado há 9 dias. Mas, segundo a família, Dayse e Aderlon já não viviam na mesma casa há cerca de um ano, quando o homem decidiu ir morar na casa da mãe dele.

com G1

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais popular

T O P O