Libertadores

Em jogo fraco, brasileiros não balançam as redes e seguem sem vencer no grupo 5

O primeiro duelo brasileiro nesta edição da Libertadores era esperado e importante para as equipes na busca pela classificação do grupo 5. Mas quem esperava um grande jogo em aspectos técnicos na noite desta quarta-feira no Mineirão acabou decepcionado. Cruzeiro e Vasco pouco criaram, abusaram dos cruzamentos na área e saíram de campo sem fazer gols. O 0 a 0 mantém os dois distantes de Racing e Universidad de Chile, os outros integrantes da chave, e a terceira rodada passa a ser crucial por uma vaga nas oitavas de final.

Sem um centroavante de referência na escalação inicial, o Cruzeiro tinha mais mobilidade, mas foi pouco efetivo no primeiro tempo, quando levantou 16 bolas na área vascaína. Paulão, um dos melhores em campo, estava muito bem e dificultou a vida dos mandantes. O Vasco, na etapa inicial, teve uma chance solitária, quando Wagner trocou bons passes com Paulinho e cruzou para Riascos. Egídio chegou na hora H para evitar o gol.

Na volta do intervalo, uma mudança para cada lado: Sassá entrou na vaga de Rafinha, e Evander substituiu Wagner. O Vasco assustou primeiro, aos 15, quando Fábio fez grande defesa após chute de Paulinho desviar em Ariel Cabral. Mais tarde, foi a vez de Martín Silva brilhar: o uruguaio fez pelo menos três defesas difíceis e parou as poucas chances reais cruzeirenses.

Aos 25 minutos do segundo tempo, Paulinho caiu em dividida com Henrique no meio-campo e preocupou os vascaínos. O jovem se contorceu por dores no cotovelo esquerdo, recebeu rápido atendimento médico e acabou tendo que deixar o jogo – Ríos entrou em seu lugar. Na ambulância, tratou o problema e logo voltou para acompanhar o jogo do banco de reservas com o braço imobilizado. “Foi só um susto”, tranquilizou o jogador depois do apito final.

Agora empatadas com um ponto ganho cada, as equipes mantêm suas posições no grupo – o Vasco leva vantagem no saldo de gols. Na próxima rodada, porém, todos têm a possibilidade de alcançar a liderança em caso de vitória.

No próximo dia 19, quinta-feira, o Vasco visita o Racing na Argentina, às 19h15, enquanto o Cruzeiro pega a Universidad de Chile, também fora de casa, às 21h30.

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais popular

T O P O