Copa do Mundo

Em caso de título, Seleção Brasileira não passará por Brasília

Caso o Brasil conquiste o hexacampeonato na Rússia, a Seleção Brasileira não comemorará na capital do país. Segundo a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o time desembarcará no Rio de Janeiro.
Será a primeira vez na história que um time brasileiro campeão mundial de futebol não encontrará o presidente da República. Nas cinco conquistas anteriores, o elenco foi, pessoalmente, receber os parabéns da autoridade máxima do país.
Tite já havia afirmando em outras entrevistas que não gostaria de misturar política e futebol. A principal justificativa da CBF é a logística, pois uma possível passagem por Brasília dificultaria a volta da Seleção.
Em 1994 e 2002 os campeões foram recepcionados pelos presidentes em vigor à época. O Rio de Janeiro, sede da entidade máxima da modalidade no Brasil, é a única cidade já confirmada para receber o possível elenco do hexa.
Em 1994, na conquista do tetracampeonato, cerca 150 mil pessoas foram às ruas da capital para festejar com os jogadores e comissão técnica. Já em 2002, após o penta no Japão, a festa foi muito maior, mais de 500 mil torcedores receberam Ronaldo, Rivaldo e companhia.
A capital deve ficar sem ver a Seleção Brasileira por um bom tempo. Recentemente, Brasília foi descartada da lista de sedes da Copa América de 2019. São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre e Salvador foram as cidades escolhidas. A última vez que o Distrito Federal recebeu o time principal do Brasil foi em 2014, na derrota por 3 x 0 para a Holanda, na disputa do terceiro lugar da Copa do Mundo. Depois disso, a equipe olímpica atuou duas vezes na capital, dois empates em 0 x 0, contra Iraque e África de Sul.
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais popular

T O P O