Política

Economista de Bolsonaro chama Aécio de ‘ladrão’ e ‘maconheiro’

O economista Paulo Guedes, cérebro da campanha de Jair Bolsonaro e provável ministro da Fazenda num eventual mandato do capitão reformado, se defendeu das críticas que recebeu por se aliar ao candidato do PSL à Presidência da República.

Em entrevista à revista “Piauí”, que chega às bancas nesta terça-feira (4), Guedes atacou Aécio Neves e Michel Temer.

“(…) Esses caras estão me discriminando, me atacando, porque eu tô tentando ajudar o país…Quer dizer: todo mundo aí trabalhou para o Aécio, ladrão e maconheiro. Trabalhou pra o Temer, ladrão. Trabalhou pro Sarney, ladrão e mau caráter que aparelhou o Brasil inteiro…”, disse ele, neste trecho destacado na coluna de Lauro Jardim, em “O Globo”.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais popular

T O P O