Economia

Dólar opera em alta, após atingir R$ 3,57 no início dos negócios

DOLARO dólar opera em forte alta nesta segunda-feira (24), aproximando-se das máximas em mais de 12 anos, em meio a renovadas preocupações com a desaceleração da economia da China e com a crise política no Brasil.

Às 10h50, a moeda norte-americana era cotada a R$ 3,5599, em alta de 1,82% ante o real. Veja cotação. Na máxima da sessão, já chegou a R$ 3,57, próximo dos R$ 3,5709 atingindos no último dia 6, maior pico intradia desde 5 de março de 2003 (R$ 3,58).

Às 9h18: subia 2,05%, a R$ 3,5676
Às 9h50: subia 1,44%, a R$ 3,5464

A forte queda das bolsas asiáticas ocorre em meio à desaceleração da economia chinesa, apesar dos esforços das autoridades para tentar tranquilizar os investidores. A onda de contágio atingiu a Europa. As bolsas de Londres, Frankfurt, Paris, Madri e Milão operavam em baixas significativas no início da sessão.

No lado doméstico, o mercado repercutia ainda o relatório Focus, que traz previsão do mercado para o PIB de retração maior neste ano e em 2016.

Na sexta-feira (21) a divisa fechou em alta, refletindo o quadro de aversão ao risco nos mercados globais após a atividade no setor industrial da China recuar no maior ritmo em seis anos, a mais recente notícia que traz preocupação sobre a desaceleração da segunda maior economia do mundo. A moeda norte-americana encerrou a semana vendida a R$ 3,496, em alta de 1,05%.

Na semana passada, o dólar subiu 0,37%. No mês, a valorização acumulada é de 2,08%. Já no ano, a moeda dos EUA tem alta de 31,49% frente ao real.

Mais tarde, o Banco Central dará continuidade à rolagem dos swaps cambiais que vencem em setembro, com oferta de até 11 mil contratos, equivalentes à venda futura de dólares.

Redação com G1

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais popular

T O P O