A Derrocada

Devasso, Fernando Pimentel-PT loteou MG com petistas do Brasil inteiro

Como se não bastassem os processos criminais que enfrenta do período em que foi ministro de Dilma Rousseff, o atual governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, vai fatalmente enfrentar inúmeras outras acusações gravíssimas tão logo deixe a chefia do governo, no dia 1º de janeiro de 2019.

Há quem afirme que sem foro privilegiado, a prisão de Pimentel é mera questão de tempo.

A contagem regressiva para o petista já teve início e o governador eleito Romeu Zema vai certamente apurar as inúmeras denúncias, inclusive o loteamento de cargos no poder executivo com petistas de todo o Brasil.

Uma barbárie que colaborou decisivamente para devastar as finanças do estado.

Nesse aspecto, foi o próprio Zema que fez a denúncia ainda durante a campanha eleitoral.

Segundo ele, só no Instituto de Previdência dos Servidores de Minas Gerais (IPSEMG), Pimentel aumentou o número de conselheiros de 16 para 540, todos do PT, do Brasil inteiro, pessoas desqualificadas na área, que nunca trabalharam com saúde ou previdência, mas que foram acolhidas no “armário de empregos” montado pelo devasso Fernando Pimentel.

 

 

 

 

JCOnline

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais popular

T O P O