Política

Cássio presta solidariedade a Aécio após delação

Aliado fiel e tido como braço direito do agora senador afastado Aécio Neves, o senador paraibano Cássio Cunha Lima (PSDB) não deixou o amigo na mão e fez uma visita ao colega, ontem, para prestar solidariedade após a “delação bomba” da JBS. Pelas denúncias publicadas na imprensa de que o Aécio teria recebido R$ 2 milhões da JBS para o pagamento de um advogado na sua defesa na Operação Lava Jato.

Mais cedo Cássio admitiu a gravidade das denúncias no “ninho tucano”. Cunha Lima teria afirmado que o impacto da delação deixa a base sem saída: “Não há o que fazer, sigamos a constituição”, pontuou.

A JBS doou em 2014 R$ 635 mil para a campanha do senador, então candidato ao Governo do Estado, Cássio Cunha Lima (PSDB).

No final da tarde, Aécio pediu afastamento do comando do PSDB Nacional, diante da repercussão da denúncia. Cássio esteve ao lado dele no momento da decisão, conforme informado nas redes sociais.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais popular

T O P O