STF

3 x 2 – STF torna réus quatro parlamentares do PP

Por 3 votos a 2, a Segunda Turma do STF tornou réus por organização criminosa os deputados Aguinaldo Ribeiro, Arthur Lira e Eduardo da Fonte e o senador Ciro Nogueira.

A maioria foi formada por Celso de Mello, que acompanhou o relator, Edson Fachin, e Cármen Lúcia, com votos pelo recebimento da denúncia.

Deputado paraibano Aguinaldo Ribeiro emite nota; veja

“Sobre a decisão da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal, o advogado do deputado Aguinaldo Ribeiro, Daniel Romeiro, observa que todos os votos dos ministros reconheceram não haver provas. Ele reafirma que as acusações são infundadas e tão somente baseadas em delações e, portanto, recorrerá assim que tiver acesso à decisão. O defensor afirma ainda que deputado reitera a sua confiança no trabalho da Justiça e acredita que a verdade prevalecerá.”

Assessoria de Imprensa do deputado Aguinaldo Ribeiro

 

 

 

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais popular

T O P O